Estou de volta.

Sim, eu voltei. Eu estou aqui mais uma vez, porque escrever é o que faço sempre que tenho condições. Foram dias difíceis nos últimos meses e isso é até fácil de imaginar. Mas eu não vim pra reclamar, nem lhes contar histórias tristes. Eu vim anunciar que os textos estão seguindo.

Quem acompanha o blog a mais tempo, sabe que os textos que estão por aqui, fazem parte de um projeto de mais de 600 temas que eu predefini. São artigos escritos com o objetivo de reflexão e transformação social, pessoal e intelectual. É um espaço pra que possamos cutucar temas adormecidos ou desconhecidos, mas de uma maneira mais eficiente. Por aqui, sempre que eu aponto um problema, aponto algumas soluções. Este projeto já conta com metade, cerca de 300 textos, no ar. Você pode descobri-los pela pesquisa na lupa do blog ou através das tags de assuntos.

Este ano será de suma importância que nos voltemos para as artes, para o pensamento, para a reflexão, para o empoderamento, para a resistência com muito intelecto, bom humor, sensatez, equilíbrio (dentro do possível) e mudanças, muitas mudanças. Por aqui, encontram-se leitores de mais de 20 países do mundo e já atingimos quase 6 mil visualizações em tão pouco tempo. Isso denota certo interesse e apreço das pessoas pelos conteúdos que aqui são feitos e pelo modo como eu escrevo. Os textos são criados em momentos onde algo realmenre precisa ser dito, pra que a mensagem seja a mais sincera possível e que traga uma boa trilha de leitura, num começo, meio e fim que acrescente algo pra quem lê ao invés daqueles conteúdos genéricos que vemos aos montes pela internet, onde lotam letras na tela, com repetições vazias, tentando não parecer que só há duas linhas de conteúdo real naquele mar de texto.

Aqui faço as coisas com um propósito real, voltado para transformação social e pesoal, deixando algum insight e esclarecimento sobre as coisas do mundo, do nosso interior, da mente, da sociedade, das vivências, experiências e aprendizados, desmembrando aspectos da socialização, do convívio sadio em sociedade, da quebra de preconceitos, tabus, equívocos, além da transformação pessoal de cada um para atingirem os seus potenciais ao máximo. As reflexões que aqui são apresentadas, não são uma mera maneira de opinar sobre algo, mas são, acima de tudo, a oportunidade de demarcar a estrutura da realidade e das relações humanas, pra que as pessoas possam se redescobrir no meio de algum assunto, fazer as escolhas e mudanças que acharem necessárias e tornarem-se elas mesmas uma célula de propagação da nova vivência, nova experiência, nova conduta, nova mentalidade, nova vida. Somente você pode fazer a mudança. Eu estou aqui pra apontar as portas que eu conheço, mas não posso atravessar as portas por ninguém.

Como forma de orientar melhor o caminho que eu trilho na criação dos textos, além dos temas preexistentes, eu preciso que vocês interajam com os conteúdos, deixando comentários abaixo das publicações, seja no blog ou no Facebook ou que enviem mensagens ou e-mails para tirar dúvidas, pedir temas, enviar sugestões, críticas, elogios, indicações, etc. Essa interação é importante pra que eu siga sendo útil pra você que me lê e para os que estão por vir. Por isso, se houver um texto que você goste, compartilhe pra que mais alguém tenha a oportunidade de entrar em contato com o assunto ou mesmo de descobrir outros assuntos no blog. Assim como é feito pra vocês, é também feito pra mim, pois escrever é minha terapia e parte da minha essência. Quando escrevo, tenho a oportunidade de tirar um peso das costas e tentar levar alguma leveza e estímulo pra outras pessoas.

O ano está começando com notícias desastrosas, mas estarei aqui cheio de novidades, pra evitar de sucumbir. Conte com esse epaço para se concentrar em si mesmo e naquilo que pode fazer por melhoria na sua realidade. Junto com essa plataforma de textos, outras atividades vão ganhar novos patamares de criação e visibilidade. Quem me conheceu um pouco mais, sabe que fui fotógrafo por quase 20 anos e, apesar de ter pausado a atividade em razão da venda dos equipamentos, estou reconstruindo minha vida em outro canto e assim que tudo se estabilizar, pretendo voltar a fotografar. Esses dias eu voltei a desenhar e pintar e já tem algumas obras na minha página de Arte (aqui). Façamos arte, porque teremos que ficar de pé para o que está por vir. Precisamos ficar, antes de tudo, com saúde mental para não perdermos a energia de resistir e lutar pelas mudanças que serão necessárias.

Este texto é só um comunicado de retorno, mas sinta-se à vontade pra ler uns textos aleatórios no blog, pra conhecer um pouco da abordagem que faço nos temas, a linguagem, o modo de estruturar a trilha da mensagem, etc. É um formato sincero, espontâneo e também bem cuidadoso. Fico feliz pela receptividade das pessoas, que já somam quase 6 mil visualizações em tão pouco tempo. Há leitores frequentes e até numerosos de diversos países. Adoraria conhecer mais detalhes sobre a comunidade, se são estrangeiros nativos ou se são brasileiros morando no exterior. Por isso, reitero, é importante a interação.

Obrigado por continuarem presentes. Nos vemos logo mais. Assim que eu tiver mais centrado, entro com um novo artigo. Quem quiser acompanhar um pouco da minha realidade, pode seguir neste Instagram: rodrigomeyer.author.

Grato,
Rodrigo Meyer – Author

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s